segunda-feira, fevereiro 20, 2006

Mais uma da Folha...

Uma das cartas dos leitores publicadas pela Folha de S.Paulo de hoje merece registro. Trata-se da que assinada pelo tenente-brigadeiro-do-ar e comandante do CTA -Comando-Geral de Tecnologia Aeroespacial, Carlos Augusto Leal Velloso, que esculhamba a reportagem do jornal do último dia 15 ("Viagem de astronauta brasileiro é ‘marketing’, diz diretor do CTA"), na qual repete-se a insinuação de que a viagem do astronauta brasileiro, tenente-coronel Marcos Cesar Pontes, da FAB (Força Aérea Brasileira), foi antecipada para servir como efeito de marketing da campanha eleitoral de Lula.

O jornal já fizera a insinuação na semana anterior, concedendo superpoderes ao PT e ao governo brasileiro. A reportagem da Folha de S.Paulo, assinada por Fábio Amato, não deixou margem para dúvidas:

"Na semana passada, a Folha revelou que a viagem, antes prevista para outubro, foi adiada para março a pedido do governo brasileiro. As eleições teriam motivado o pedido. O ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, negou que o adiamento tenha motivação política".

O desmentido do ministro de nada valeu. Predominou a versão "revelada" pela Folha, sabe-se lá de onde. De novo, não se trata de defender o governo Lula, mas de apontar o prejuízo da informação ao leitor quando a ignorância e a falta de bom senso sustentam a repetição de uma suspeita desmentida, agora metendo aspas em declarações que não foram ditas – e que são o principal motivo da indignação da carta do tenente-brigadeiro no esculacho ao jornal.

A predisposição em gerar suspeitas escorou-se na ignorância (ou na preguiça, ou em ambas) e não levou em conta informações elementares. Uma delas é a de que a suspeição da jogada de marketing teria de ser aprovada pelos outros quinze países que participam do projeto da Estação Espacial Internacional (ISS). O Brasil participa do programa desde 1997 e é o único do terceiro mundo a participar da associação que ainda reúne Estados Unidos, Rússia, Canadá, Japão, Bélgica, Holanda, Dinamarca, Noruega, França, Espanha, Itália, Alemanha, Suécia, Suíça e Grã-Bretanha.

Se para favorecer Lula, a viagem foi antecipada, a estação deveria mudar de nome. Talvez para Estação Espacial Internacional Maria Joana.

Fonte: Contrapauta

Leia a carta do tenente Carlos Augusto Leal Velloso aqui.

A reportagem citada pode ser lida aqui.

Um comentário:

João Carlos disse...

Amigo,

criei mais um blog pra engrossar a campanha da reeleição. Se puder coloque um link.

http://blogdareeleicao.blogspot.com

um grande abraço
Joao